quarta-feira, 28 de maio de 2008

Ainda

À beira do abismo
uma brisa é o fim
estados de mim
escravo de mim

O ar é o mesmo
inspiro temendo
acabar com a dor
abraçar o amor

E quando eu quiser
será verdade

E se eu sair
serei ainda?

Ainda são

À força do laço
desfaço-me em presa
do peso de mim
apego sem fim

A corda é a mesma
do acorde que temo
escutar em paz
receber a luz

E quando eu me vir
talvez te perca

Mas se eu souber
seremos sempre

Ainda um

AllanZi - Ainda.mp3 (Rapidshare)

2 comentários:

viajanteee disse...

Catarse!

gabi disse...

Maravilhoso!
Tem uma palavra que pra mim descreve a sua música "dilatação"...
Quando eu escutei, me deu a sensação de estar com o tempo dilatada naquele momento, entende?

Muito bom mesmo!
Cada vez me impressionando e surpreendendo mais...
Beijos,
Gabi